1911 é uma referência à pistola COLT M1911, fabricada nesse mesmo ano. É uma pistola semiautomática que funciona em ação simples, fabricada pela fábrica de armas americana COLT Farearms e projetada pela renomado John Browning. produzida inicialmente no calibre .45 ACP, esta arma participou da I e II Guerras Mundiais além de vários outros conflitos bélicos de importância pelo mundo, se destacando pela sua robustez, rusticidade e segurança, dentre outros atributos. Conhecida também como “The Old War Horse”, (O Velho Cavalo de Guerra), essa arma foi produzida por outras fábricas mundo à fora, seja em seu projeto original ou com várias outras mudanças. Citamos um exemplo caseiro a IMBEL, que produz até hoje essa tão afamada pistola para as Polícias Militares e Civis, bem como para as Forças Armadas, principalmente para o Exército Brasileiro.

Famosa por sua ação simples, que exige o engatilhamento do cão antes do primeiro disparos, essa arma também já foi fabricada em ação dupla – onde o primeiro disparos acontece apenas com o acionamento do gatilho. É um modelo pouco conhecido mas foi fabricado pela COLT para agradar aqueles atiradores que insistiam em apontar esse “defeito” da arma, a ação simples.

Seu nome é COLT DOUBLE EAGLE e logo de cara avistamos o gatilho comum às arma de ação dupla em seu chassi. Essa arma infelizmente não teve muita saída, inclusive nos EUA, e se tornou hoje em dia uma peça de colecionador. Mas é necessário destacar que seu insucesso comercial não tem nada a ver com suspeitas a respeito de sua qualidade. Especialistas apontar que por falta de investimentos em publicidade – pois a COLT à época passava por problemas financeiros, e decidiu insistir em seus carros chefes, e também pois os apreciadores das armas da COLT são aficionados por armas de ação simples.

COLT Double Eagle em aço inox

Os mais empolgados pela marca possuíam inclusive modelos caríssimos estampados em ouro!! Um pouco exagerados, mas indiscutivelmente uma bela arma.

Inicialmente a COLT M1911 foi fabricada no calibre .45, o que lhe proporcionava um enorme poder de incapacitação ou Poder de Parada, como alguns gostam de chamar. Ela foi projetada para conseguir cessar a agressão do oponente em apenas um tiro. Porém, essa arma também foi produzida em vários outros calibres como 9mm Parabellum, o .38 Super Auto, o .38. o .40 e até mesmo no inacreditável calibre .22 LR. Com o nome de COLT ACE, esse projeto exigiu anos de desenvolvimento até se conseguir que esse pequeno calibre fosse capaz de fazer funcionar uma arma pesada como a M1911, pois seu tamanho de 5 polegadas foi mantido. Foi lançado também pela COLT Firearms um Kit de Conversão, onde as pistolas de vários calibres poderiam ser convertidos para o calibre .22LR, inclusive as pistola da IMBEL.

COLT calibre 22 LR.

E o máximo que se pode pensar em uma COLT “cavalinho”, como carinhosamente chamamos essa arma – em consequência do desenho de um cavalo boleando em seu ferrolho, é uma COLT com dois canos. Isso mesmo! Um fabricante decidiu forjar uma COLT com dois canos paralelos. É realmente um “sonho” um pouco assustador.

Essa publicação de forma alguma pretende esgotar o conhecimento em torno dessa lenda das armas de fogo. Apenas tenta explicar o motivo da escolha do nome COLT 1911 para nosso espaço de discussão e conhecimento sobre assuntos que envolvam armas de fogo. Sem dúvida alguma o nome escolhido não foi por acaso. A COLT M1911 é uma pistola adorada entre os atiradores esportistas, não apenas pelas possibilidades de customização, mas principalmente  pela sua robustez, curso do gatilho e precisão de tiro. Além de utilizada por várias forças especiais em torno do mundo.

Quando de seu lançamento foi uma revolução no conceito armas curtas, que inspirou vários outros projetos, e ainda hoje é uma arma que arranca convictos elogios quando aparece em público.